CAMPINAS CELULARES

Campinas Celulares.

Momento de apertar os cintos para os consumidores. Com a crise econômica que vive o Brasil, a regra agora é poupar. Mas na contramão do farol vermelho está o mercado de assistências técnicas de celulares, smartphones e tablets. Só neste ano, a procura por consertos aumentou mais de 30 por cento. Não é à toa. Para se adquirir um smartphone de última geração, o consumidor chega a desembolsar mais de três mil reais. E com o orçamento apertado, a compra agora é suspensa. Situação que dá sinal verde para o mercado de assistências técnicas de celulares, smartphones e tablets.

O valor do conserto de um smartphone ou tablet é por volta de trinta por cento do custo de um aparelho novo. Por exemplo, para trocar a tela danificada de um celular, o preço cobrado na assistência é, em média, de 900 reais. Nessa época de crise, a quantidade de aparelhos recebidos pelas assistências técnicas triplicou. O conserto tem compensado muito mais para o consumidor ao invés da compra.

O crescimento da demanda surpreendeu o proprietário da empresa Campinas Celulares, Clayton Mangulin: “Chegamos a receber mais de 20 aparelhos por dia. É muito cliente em busca do serviço. A crise econômica passou longe daqui. Tivemos, inclusive, que contratar novos funcionários e abrir um turno a mais de trabalho para suprir a demanda. É baixo custo no investimento para um alto retorno garantido, até mesmo em tempos de crise”.

O número de celulares hoje no Brasil já é maior que a população. Atualmente são vendidos 100 novos smartphones por minuto no país. A necessidade de ter um ou até mais aparelhos é fundamental para qualquer pessoa. E praticamente todas as idades estão incluídas. Um celular hoje em dia substitui o GPS, câmera digital, laptop, sem contar as multi funções oferecidas para os usuários. “É um ramo de negócio que vale realmente a pena. Quem nunca teve o aparelho danificado ou conhece alguém que deixou o celular cair, quebrar, molhar? As assistências técnicas estão aqui para auxiliar o cliente justamente nessas situações que são tão corriqueiras”, comentou o proprietário Clayton Mangulin.

Tendo em vista esse grande crescimento, e que a cada dia aumenta ainda mais, a Campinas Celulares, empresa líder na região metropolitana de Campinas, decidiu formatar a franquia Campinas Celulares LTDA. Um mercado promissor que promete fazer avançar quem investir no ramo de negócio.

Hoje, no país, aproximadamente uma a cada dez franquias pertence ao setor de serviços. A grande vantagem da rede Campinas Celulares é a alta lucratividade com baixo investimento. Para atender os franqueados são apresentados dois modelos de negócio: lojas de rua e quiosques para shoppings e centros comerciais.

“Não é por menos que o número de franquias no setor é considerável. A Campinas Celulares foi fundada em 2009, já tem duas unidades próprias na cidade de Campinas e Piracicaba. O momento, mesmo de crise, só mostra que a nossa tendência é crescer em um ritmo acelerado e surpreender quem investir nesse segmento”, finalizou o proprietário da rede Campinas Celulares, Clayton Mangulin.